Softwares e plataformas tecnológicas são a porta de entrada para a inovação digital, resultando em estratégias disruptivas irreversíveis que chegam para mudar paradigmas e trazer novos olhares e formas diferentes de resolver desafios. São mudanças que chegam para reformular toda a cadeia de valor e produção, impactando diretamente em áreas como marketing, vendas e finanças.

Nem é preciso ir muito longe para entender como a área de TI vem cada vez mais deixando de ser suporte para mediar e gerar resultados, ajudando as empresas a se tornarem mais competitivas e eficientes. Hoje, ferramentas como CRM, BI e Analytics conseguem fornecer ao departamento de marketing das empresas dados, informações e comportamentos sobre o seu público-alvo e assim ajudar a vender mais e aumentar a penetração de marcas com mais dinamismo e inteligência. O comercial tem subsídios seguros para trabalhar suas ações ainda mais conectadas com a estratégia de comunicação. E a área de finanças, por sua vez, através de de aplicativos e gateways de pagamento que simplificam toda a operação de aquisição de produtos, também avança e dá firmes passos em direção ao sucesso.

 

Os quatro pilares

Para tornar este artigo mais didático, vamos falar rapidamente sobre os quatro pilares que toda empresa que deseja crescer precisa ter em mente: computação em nuvem, mobilidade (mobile), social business e big data.

computação em nuvem é a hospedagem de dados, processos e infraestrutura em um provedor. É uma das tecnologias que mais atraem recursos das corporações e apresenta uma série de vantagens, entre elas: a segurança de hospedar em provedores confiáveis e de alta perfomance; a mobilidade de acessar os dados de qualquer hora em qualquer lugar; a facilidade de ir aumentando a capacidade de acordo com o aumento da necessidade; a otimização dos custos, uma vez que se assina o plano de acordo com o que se usa.

mobilidade, que é o uso de smartphones, tablets, notebooks, traz inúmeros benefícios, como oferecer mais canais de atendimento para se relacionar com os clientes, melhorar processos internos e a comunicação/integração dos departamentos de diferentes empresas ou de uma única.

social business consiste nas redes sociais com foco em gestão corporativa ou softwares de CRM, gerando engajamento e compartilhamento de informações em prol do negócio. Os benefícios são vários e vão desde um melhor atendimento ao cliente até o aumento da produtividade e da inovação.

big data apresenta uma série dados de extremo potencial analítico que oferece como vantagens: a coleta e o cruzamento de informações sobre os consumidores, ajudando a descobrir seus desejos e necessidades; um melhor planejamento do negócio e uma tomada de decisões mais assertiva baseada em dados, o que consequentemente possibilita uma gestão empresarial mais fundamentada e voltada para resultados.

 

Com esses pilares, é possível encurtar distâncias, mapear caminhos e trazer insights para que as empresas sejam cada vez mais produtivas.